O que é Usabilidade?

O que é Usabilidade?

O Que É Usabilidade
Artigos, Tecnologia,

O que é Usabilidade?

O que é Usabilidade?

Usabilidade não é apenas fazer um site “fácil para o usuário” ou melhorias de interação para “vender mais”. Usabilidade é uma componente integrante e fundamental da Experiência do Usuário (UX/User Experience).

É cada vez mais comum ouvir-se falar de Usabilidade e a sua ligação com SEO. Muitos sites relacionados com Marketing Online já abordaram o assunto, uns com mais conhecimento que outros, mas poucos realmente explicam ou entendem essa ligação. Parte do conteúdo publicado sobre Usabilidade é superficial, e foca apenas em ter uma página que fala sobre o assunto.

Componentes Qualitativas de Usabilidade

De acordo com Jakob Nielsen, Usabilidade define-se em cinco componentes qualitativas:

Aprendizagem: Quão fácil é para os usuários a realização de tarefas básicas na primeira vez que encontram o design?
Eficiência: Depois que os usuários aprenderam a concepção, com que rapidez conseguem realizar tarefas?
Reminiscência: Quando os usuários voltam ao projeto após um período sem interagir com o mesmo, como que facilidade se consegue restabelecer proficiência?
Erros: Quantos os usuários erram? Quão graves são esses erros? E quão facilmente se conseguem recuperar dos erros?
Satisfação: Quão agradável é usar o design?
Na maioria dos casos, agências Digitais que abordam Usabilidade, ficam-se pela análise de satisfação e poucas vezes tocam na eficiência.

Usabilidade é uma área que está intimamente ligada com intuição e a capacidade de transmitir uma mensagem que, na maioria das vezes, está ligada a uma ação específica e importante. O interesse em melhorar a Usabilidade deve ir muito além da intenção de “vender mais”. Por exemplo, mais importante que aumentar vendas, é aumentar a satisfação e confiança dos seus usuários, e você consegue fazer isso através de melhorias baseadas em estudos de Usabilidade. Porém, é importante entender como Usabilidade se integra no universo de UX, e como se relaciona com outras áreas.

User Experience, Usabilidade e Acessibilidade

Muito dessa abordagem superficial existe também devido à confusão de ideias quando se fala em Experiência do Usuário (UX), Usabilidade e Acessibilidade. São três coisas diferentes e complementares que têm breves overlaps de princípios, recomendações e metodologias. Qualquer uma destas áreas extrapola o digital; não é algo novo que apareceu “ontem” surfando a onda da Internet.

User Experience é o guarda-chuva que engloba as áreas de Usabilidade e Acessibilidade, mas não só, ela engloba também Design, Conteúdo, e tudo aquilo que contribui para experiência do usuário na interação com um produto, marca ou serviço. UX por definição, é uma área que tenta entender os usuários, e tem como objetivo preencher as necessidades do consumidor, sem confusão e esforço. Durante o processo de “entender o usuário”, UX olha para características que valorizamos e que necessitamos, bem como nossas limitações e habilidades.

Como Usabilidade e Acessibilidade se relaciona com UX

Peter Morville, explica os factores que influenciam UX através de uma “colmeia” de hexágonos que se interligam. O famoso UX Honeycomb — qualquer semelhança entre isso e o logo da apis3 é pura coincidência :).
Ao olharmos para essa ligação das áreas de UX, percebemos imediatamente como Encontrabilidade (que de um modo lato, é SEO) está relacionado com Usabilidade, Acessibilidade e, consequentemente, com Arquitetura da Informação… Embora tudo isso seja algo que, como mencionei anteriormente, vai além de Marketing Digital, são conceitos normalmente pouco divulgados, e que infelizmente tendem a ficar nos bastidores, até que valor lhes seja atribuído vindo de uma necessidade de diferenciação de um produto, marca ou serviço.

Estrutura de UX e como se encaixa com Usabilidade, Acessibilidade e mesmo SEO
Hoje em dia qualquer blog de SEO fala de updates mobile, page-speed, e sites responsivos, mas ninguém entende realmente porque estamos assistindo a essas mudanças, ou porque o Google está preferindo certas configurações mobile em detrimento de outras, ou porque o Google começou a dar mais atenção para sites com implementação de dados estruturados. Não é porque é mais bonito, mas sim porque tudo isso é bom para a experiência do usuário.

Experiência do Usuário não é apenas focar em ter um bom design, ou interfaces bonitas. Trata-se de transcender o que é material e focar na criação de uma experiência através de um meio ou tecnologia.

Porque Usabilidade é importante?

A cada dia que passa surgem milhares de novos produtos, novos sites, novas maneiras de apresentar, representar e consumir conteúdo. Na Internet, Usabilidade não é um luxo, mas sim uma condição imprescindível para qualquer site sobreviver — para quem quer começar a entender princípios de Usabilidade, recomendo a leitura do livro “Não Me Faça Pensar” por Steve Krug.

Se um usuário que entra no seu site não encontra imediatamente o que estava procurando, todos os sinais negativos se amplificam, inclusive o usuário tende a ficar com uma percepção negativa se a página leva tempo a carregar. O tempo de download perceptível para o usuário torna-se um factor de avaliação negativo. Imagine fazerem você esperar numa fila, só para ser informado no final que o seu produto não existe mais ou está fora de estoque.

Muitas empresas somente consideram olhar para aspectos de Usabilidade de um site quando tudo o resto já foi resolvido, o que normalmente é sempre mais tarde que o desejável. É como pedir opinião do engenheiro depois de construir a casa.

Um bom trabalho de SEO pode contribuir de forma significativa para uma melhoria da Encontrabilidade, Usabilidade e Acessibilidade do seu site e, consequentemente, para uma melhoria da experiência dos seus usuários quando estes interagem com a sua marca, produto ou serviço.

 

Fonte: Pedro Dias

O que é Usabilidade?